Número total de visualizações de página

01/03/12

Novelo da vida - Por Teuler Reis/Dentro - Leo Cavalcanti

É fato: existem pessoas que envelhecem mais não amadurecem. Permanecem ao longo da vida ungidos da incapacidade de encontrar saídas maduras, de resolver com maturidade seus problemas, medos, decepções e toda sorte de problemas. Optam pela ignorância, a exclusão, se tornam amargas, emburradas e, não conseguem nem mesmo se verem nessa posição. O fato é que a maioria delas repete experiências vividas ou observadas no decorrer da vida. Trazem em si o modelo dos pais, da família. Os exemplos permanecem ali, adormecidos, a espera do momento da “repetição”, para assombrarem novamente.
Daí o “novelo”. O novelo é aquela estrutura em que a linha sempre volta ao mesmo ponto. Ainda que numa localização temporal diferente, o fio sempre retorna a posição dos fios anteriores. É preciso se por atento para não ser mais um nessa estrutura. Cometemos os mesmos erros dos nossos pais e, certamente nossos filhos farão o mesmo. Aprendi bem cedo observar o movimento do “novelo”. Se nos propomos a observar as voltas do fio temos uma chance de não voltar ao ponto vivido. Maturidade para mim é isso: nossa capacidade de estender o fio do “novelo” e não percorrer o mesmo trajeto, principalmente quando a estrada é sinuosa e nos provoca dor. Maturidade é saber fazer novas escolhas, tecer novos rumos e seguir em frente. Do “novelo” quero apenas o fio que liga a vida, tece alegrias, desembaraça tristezas e faz da vida um tapete voador.
COMO NÃO POSTAR, SE EU GOSTEI? TEULER, CREIO SER ESSA A MAIS PURA VERDADE... VC DISSE T U D O!!! SEM MAIS COMENTÁRIOS. BJO, TÂNIA

AH! E A AMIGA DO TEULER, Tati Castru DISSE: Lembrei deste texto na hoooora. E COMO CURTI  E FAZ UM LINK ÓTIMO, ACRESCENTEI... VEJA. 

 http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=9ge7ByKkDc4

Dentro - Leo Cavalcanti

Todo mundo continua
A viver dos seus desejos
Mas os olhos buscam fora
O que só se encontra dentro
O que só se encontra dentro
O que só se encontra dentro

Ah
E você ainda diz
Que as circunstâncias não te deixam ser feliz

Vá tomar as rédeas de si
Em vez de querer ir pra outro lugar
A hora é agora e aqui
Chega de brigar com o seu existir

Todo mundo tem conflitos
Pra saber dos seus prazeres
Pois a mente se apavora
Com o amor e os seus deveres
Com o amor e os seus deveres
Com o amor e os seus deveres

Ah
Pare de mentir
Que não acredita que é possível ser feliz

Vá tomar as rédeas de si
Em vez de querer ir pra outro lugar
A hora é agora e aqui
Chega de brigar com o seu existir.

Todo mundo tem conflitos
Pra saber dos seus prazeres
Pois a mente se apavora
Com o amor e os seus deveres
Com o amor e os seus deveres
Com o amor e os seus deveres

Ah
Pare de mentir
Que não acredita que é possível ser feliz

Vá tomar as rédeas de si
Em vez de querer ir pra outro lugar
A hora é agora e aqui
Chega de brigar com o seu existir.


Teuler escreveu: "Meus amigos, vi esse vídeo e me lembrei muito desse texto que escrevi. NOVELO DE VIDA - Segue o link dele. Abraço."

http://www.youtube.com/watch?v=LYjnvX8WMZU 

"Neste vídeo podemos notar claramente a ideia de que existe a necessidade de quebrar um círculo vicioso pré-existente..."

Sem comentários:

Enviar um comentário