Número total de visualizações de página

19/11/10

SOBRE O AMOR - HILDO CONTE


 "Eros: " significa o impulso do espírito humano para o que é verdadeiro, bom e belo, pelo qual, também o que é ERÓTICO torna-se verdadeiro, bom e belo". "JOÃO PAULO II".
"Deus é amor.
Toda experiência de amor é, de algum modo, experiência de Deus. Experimentar Deus é espiritualidade. O amor transcende mas assume a atração erótica. Portanto, Eros, amor e Deus se encontram na única experiência de um verdadeiro encontro amoroso entre um homem e uma mulher. O amor humano não é um circuito fechado, mas expansão.Quando um homem e uma mulher se encontram profundamente numa relação amorosa, na verdade, um não encontra apenas o outro, mas tudo se modifica e se amplia: a pessoa como que renasce, recompõe sua identidade; o outro é descoberto como alguém único e insubstituível; mas ambos descobrem uma realidade que ultrapassa a ambos e nela renascem juntos; na re-descoberta recíproca abre-se um novo horizonte, para além das sensações, emoções ou sentimentos, no nível do ser, na essência dos seres e com isso há a possibilidade de encontrar-se juntos diante do Outro, o amor maior de todo coração: a Trindade, Deus amor."
 Disse João Paulo II:-
 "O amor é aquilo que não se pode nem comprar nem vender, mas apenas recíproca e gratuitamente dar e receber." Deus tomou a iniciativa. Não somos nós que seduzimos Deus através de nossa espiritualidade; mas é Deus que nos seduz com seu amor apaixonado.
 "Nisso consiste o amor: não fomos nós que amamos  a Deus, mas foi ele quem nos amou e enviou-nos o seu filho, como vítima de expiação pelos nossos pecados" (1Jo 4,10).

Trecho do Livro " A VIDA DO AMOR - O sentido espiritual do Eros - " HILDO CONTE "

Sem comentários:

Enviar um comentário