Número total de visualizações de página

23/11/10

SER CHIQUE SEMPRE POR GLÓRIA KALIL

RECEBI DA ANINHA! CHIC D+... ELA DISSE: "Para os meus sempre chiques amigos, que carregam a elegância na alma..." 
E TB RECEBI DA MINHA AMIGA, GABRIELA MAYR, QUE DISSE: PARA AS MINHAS AMIGAS CHIQUES!
E COMO DESCOBRI QUE SOU CHIC, POSTEI LOGO!!! AINDA MAIS AGORA COM ESSE BLOG... BJO MEU PRA VCS DUAS!


SER CHIQUE SEMPRE POR GLÓRIA KALIL
Nunca o termo "chique" foi tão usado para qualificar pessoas como nos dias de hoje. A verdade é que ninguém é chique por decreto. E algumas boas coisas da vida, infelizmente, não estão à venda. Elegância é uma delas. Assim, para ser chique é preciso muito mais que um guarda-roupa ou closet recheado de grifes famosas e importadas. Muito mais que um belo carro Italiano. O que faz uma pessoa chique, não é o que essa pessoa tem, mas a forma como ela se comporta perante a vida. Chique mesmo é quem fala baixo. Quem não procura chamar atenção com suas risadas muito altas, nem por seus imensos decotes e nem precisa contar vantagens, mesmo quando estas são verdadeiras. Chique é atrair, mesmo sem querer, todos os olhares, porque se tem brilho próprio. Chique mesmo é ser discreto, não fazer perguntas ou insinuações inoportunas, nem procurar saber o que não é da sua conta. Chique mesmo é parar na faixa de pedestre É evitar se deixar levar pela mania nacional de jogar lixo na rua. Chique mesmo é dar bom dia ao porteiro do seu prédio e às pessoas que estão no elevador. É lembrar do aniversário dos amigos. Chique mesmo é não se exceder jamais! Nem na bebida, nem na comida, nem na maneira de se vestir. Chique mesmo é olhar nos olhos do seu interlocutor. É "desligar o radar" quando estiverem sentados à mesa do restaurante, e prestar verdadeira atenção a sua companhia. Chique mesmo é honrar a sua palavra, ser grato a quem o ajuda, correto com quem você se relaciona e honesto nos seus negócios. Chique mesmo é não fazer a menor questão de aparecer, ainda que você seja o homenageado da noite! Mas para ser chique, chique mesmo, você tem, antes de tudo, de se lembrar sempre de quão breve é a vida e de que, ao final e ao cabo, vamos todos retornar ao mesmo lugar, na mesma forma de energia. Portanto, não gaste sua energia com o que não tem valor, não desperdice as pessoas interessantes com quem se encontrar e não aceite, em hipótese alguma, fazer qualquer coisa que não te faça bem. Lembre-se: o diabo parece chique, mas o inferno não tem qualquer glamour! Porque, no final das contas, chique mesmo é ser feliz! Investir em conhecimento pode nos tornar sábios... mas amor e fé nos tornam humanos!

E COMPLEMENTANDO A ÓTIMA CONTRIBUIÇÃO...
QUANDO GLORINHA LANÇOU O LIVRO "ALÔ, CHICS!" Laís Oliveira DO EGO EM S.P.  PUBLICOU:

"Ninguém é chic se não for civilizado", ensina Gloria Kalil, no seu quarto livro, o "Alô Chics". Nele, a consultora de etiqueta dá dicas do que fazer – ou não – para ser uma pessoa de etiqueta. EGO conversou com Glorinha, que ensinou algumas regras.
1- Em primeiro lugar a pessoa não pode pensar só na aparência, mas também no seu conteúdo;
2- Não jogar papel no chão não precisa nem dizer;
3- No trabalho, tem que olhar pra o lado e ter os outros como referência, além de fazer do ambiente de trabalho um local agradável, já que ele é onde se passa a maior parte do tempo;
4- No primeiro encontro tente ser o mais normal possível – mas com um cuidado a mais – e mantenha isso sempre;
5- Não furar filas. Isto é uma grande prova de incivilidade. Tem que esperar sua vez!


Glória Kalil explica a necessidade de se fazer um livro sobre o assunto. "Estamos numa época em que todos precisam de parâmetros para conseguir se portar neste mundo tão cheio de gente. Se não houver regras, a coisa vai ficar violentamente bombástica", disse. "No livro há pequenas crônicas que falam sobre etiqueta, que em francês é pequena ética, ética do cotidiano. Assim as pessoas vão aprender a se comportar em determinadas situações", completou.

Sem comentários:

Enviar um comentário