Número total de visualizações de página

05/11/10

Feliz ânimo novo - Geraldo Eustáquio de Souza

Quando a Vida ficar assim, sem sentido e sem graça, circo bobo que você assiste apenas porque é de graça, viagem longa e cansativa que leva a lugar nenhum, rotina interminável rondando sempre o lugar comum, esforços cada vez maiores pra resultados cada vez mais escassos, a sorte lhe virando as costas e o azar seguindo seus passos, pessoas lhe negando carinho, reconhecimento, atenção, até você mesmo se deixando completamente na mão. Quando a Vida ficar assim, sem rumo e sem direção,  barco à deriva num mar de dúvida e aflição, sem saber o que fazer e se culpando por ter feito errado, sem nenhum futuro à vista e odiando o seu passado, desejos insatisfeitos, projetos inacabados, fracassos mal digeridos, conflitos não-superados, e a sensação de vazio que não lhe deixa dormir, que não é fome de comida, mas vontade de sumir...
... pegue a lona do circo e faça velas pro barco, solte suas âncoras e vá em busca do seu próprio marco, viva sua própria loucura, sem culpa, remorso ou pudor, realizando a criatura os sonhos do Criador, como água que brota do seu próprio gelo, e constrói seu curso sem seguir nenhum modelo, como ave que renasce do próprio ovo, e voa para a liberdade com feliz ânimo novo!

Sem comentários:

Enviar um comentário