Número total de visualizações de página

09/07/12

MUDANÇA: SILÊNCIO, TRANSFORMAÇÃO E RITMO - POR TEULER REIS



Em mudança temos muda – muda de mudez – na mudança temos o silêncio imprescindível na construção das ideias.
Mas muda pode ser também a fase inicial de uma planta, momento delicado onde a vida brota indefesa e aguarda do mundo um acolhimento para crescer – a escola é repleta de muda de gente a espera de cuidados.
A palavra mudança, fecunda em seu silêncio, fértil com seus brotos, traz consigo também a dança. Dançar é se jogar ao ritmo da vida, é se entregar ao balé da vida. Não há mudança quando o ritmo está perdido.
A mudança é algo inevitável, mudamos o tempo todo. Mas o tempo nos ensina a conviver com as mudanças.
Há pessoas que não conseguem perceber o quanto podemos ganhar com as mudanças, como elas são possíveis e férteis.
“Eu sou assim e pronto” dizem uns. Síndrome de Gabriela...
Fazer da jornada humana uma experiência transformadora é o grande presente da vida, e são as mudanças que nos permitem isso.

Sem comentários:

Enviar um comentário