Número total de visualizações de página

24/09/12

Bendita segunda-feira - Por Maria Angélica Falci

O fim de semana retrata bem sentimentos de euforia e melancolia em curto período. As pessoas se sentem mais ambientadas a partir da quarta-feira. Em geral, na quinta e na sexta elas tendem a ficar mais eufóricas, com forte sensação de relaxamento e prazer. Nesses dias, o sistema neurológico libera uma grande dose de dopamina - substância precursora natural da adrenalina responsável por transmitir ao cérebro sensação de prazer e motivação. A sensação é mantida talvez em doses menores durante o sábado. Mas, no "domingão", eis que chega aquele momento de baixa emocional, principalmente se você executa atividades desprazerosas.
Sentimos satisfação, quando estamos próximos de uma finalização da semana. Mas por que sentimos desânimo, insegurança e até mesmo tristeza, quando estamos para começar uma semana? Estudiosos apontam que a sensação negativa tem relação com a questão existencial primitiva que existe em nosso inconsciente.
Trata-se de um sentimento aflorado pelas incertezas do porvir. Muitas vezes esse sentimento nos remete a uma angústia existencial ou a um forte medo sobre o que não temos controle. Abrir a porta de um lugar desconhecido é um exemplo. A ação nos remete ao medo e ao mistério do que pode ser encontrado no local. É uma sensação parecida com a de não sabermos como venceremos aquela semana.
São sentimentos irracionais, sem lógica, dos quais geralmente não temos consciência dos motivos. A maioria das pessoas relata sensações físicas desconfortáveis e, muitas vezes, com pânico. Os adolescentes são os que mais sofrem. Em processo de maturação emocional, os jovens vivem numa montanha russa, oscilando com esses sentimentos, sem entender por que ficam ora eufóricos, ora tristonhos. Nos adultos, os sintomas também se manifestam, mas, em virtude da vivência e da maturidade, eles aprendem a controlar melhor os sintomas.
Podemos ir mais longe. O problema não é só com relação aos domingos. Muitas pessoas ficam mais melancólicas e algumas até com pensamentos mais sombrios, quando estão em véspera de fechamento e de início do ano. Há quem apresente sintomas depressivos, negativos e desesperadores diante do que está por vir.
O importante é termos consciência da raiz desses sentimentos, aprender a controlar e encarar essas reações com naturalidade, sem muito pesar, e retirar das falas jargões do tipo "lá vem a maldita segunda-feira", porque isto só ajuda a potencializar na mente a sensação de desprazer, de inércia. Portanto, ter uma atitude mais positiva em seu âmbito mental é muito importante para vencer a angústia da segunda-feira.

Sem comentários:

Enviar um comentário