Número total de visualizações de página

04/06/12

COISAS QUE ME IRRITAM E COISAS QUE ME DEIXAM FELIZ - FERNANDA MELLO


Fofoca. Dor de dente. Dor de cotovelo. Gente sem noção. Mensagens-cabeça no msn. (Odeio e, por isso, exclui o meu). Telemarketing. Telefone. Gente que não tem nada a ver com a história. Imposto de renda. Falta de dinheiro. Falta de saúde. Falta de jeito. Falta de noção. Falta de pontualidade. Falta de atitude. Falta de humor! Ficar gripada no feriado. Minha impressora. Cólica. Jiló. A síndica do prédio. Gente pessimista. Engordar. Tédio. A violência no mundo. Gente que fala “é nuix”. Homem mudo por opção. Homem hetero que usa mais cremes que eu. Essa mania das pessoas falarem: já casou? Mulher que não tem personalidade, te imita em tudo e finge que é original. Frases sem créditos ao autor. Fotos sem crédito ao fotógrafo. Falta de respeito aos artistas. Falta de incentivo aos artistas que realmente precisam. Espinha (de qualquer tamanho, em qualquer lugar). Pinça ruim que não pinça nada. Piriguete que curte TUDO que seu namorado posta no facebook. Homem que faz luz no cabelo. Shampoo Dove. Segunda-feira. Gente que se faz de vítima. Bipolares não diagnosticados (e, consequentemente, não tratados). Caneta estourar dentro da bolsa. Jornal Nacional. Música ruim. Sapato que arranca o esmalte do dedão. Gente que acha que é muito amiga. Transporte público em Belo Horizonte. Pessoas com perfume forte que te abraçam e te impregnam com o cheiro. Escritoras famosinhas que te criticam e depois escrevem o mesmo que você (ser pessimista no amor é ultrapassado, meu bem!). Quebrar a unha. A faxineira te mandar SMS avisando que só volta daqui a duas semanas. Lavar louça. Ir à praia e se preocupar com o filtro–solar toda hora (da última vez eu fiquei com um vermelho em formato de coração no joelho). Ressaca. Fazer dieta. Políticos corruptos. Sentir ciúmes. Ficar sem tempo pra não fazer nada. Gente que só te pede favor (puta merda, caralho! Parem de pedir!). Gente que fala palavrão demais. Pseudo-intelectuais. Gente com visual muito moderno (tenho aflição e fico confusa). Homens com calça skinny que não sejam magrelos e não pertençam aos Strokes. Heteros mais sensíveis que eu (vocês estão de sacanagem, né)? Gente com mania de grandeza (“ tenho um carro tal, relógio tal, caneta tal”... FODA-SE, vai escrever com Bic, seu deslumbrado!). Pessoas que maltratam garçons e vendedores de lojas (me identifico com ambos. E sofro). Ex-namoradas do seu atual que nunca tiveram TPM (morram, vocês não são humanas!). Gente que tira foto SÓ pra postar no facebook e fingir que é feliz. Suco de caju (não posso esquecer disso nunca, é minha criptonita!). Viajar de ônibus com alguém do seu lado que come mexerica (ou queijo coalho). Filmes dublados (sempre com a voz da família Dinossauro – socorro!). Ficar no vácuo no What´s up. Dizer “te adoro” e ouvir: “OK”. E, o pior de tudo: descobrir que essa lista ainda nem começou... (da série "não, eu não sou fofa" de Fernanda Mello)
 
Coisas que me deixam feliz

Bom humor. Gente educada. Abraço apertado. Escrever. Sorvete de flocos. Gentileza. Shampoo cheiroso. Praia no final da tarde. Minha família. O bom e velho rock´n roll. O sorriso da minha afilhada. Livrarias. Céu estrelado. Ter saúde. Meus gatos. Cheiro de livro. As covinhas do Josh. Almoço de domingo. Ler à noite. Olhar para o mar. Vinho tinto. Gente leve. Meu pai que fala “gúgli”. Sapato novo. Livro novo. O olhar “verdolengo” da minha mãe. Brigadeiro quente na panela. Ir ao cinema. Filme bom. Programas de índio (sim, eu sou estranha). Gente humilde. Viajar. Pessoas que sabem elogiar. Telefone no silencioso. Receber um SMS fofo. Filtro solar que não gruda. Folha em branco. Falta de frescura. Ficar sem fazer nada (viva o ócio!). Minhas amigas do peito (são poucas, acreditem). Eclair de limão do Verdemar. Sentir o jeans mais largo. Integridade. Sair satisfeita do salão. Acordar tarde aos sábados. Minha irmã (sempre!). Pagar todas as contas do mês (e ainda sobrar dinheiro). Pessoas que valorizam a arte. Pessoas que gostam de ler. Pessoas que incentivam a cultura no país. Gente com atitude. Gente otimista. Homens bem resolvidos. Mulheres que se valorizam. Champagne gelada. O All Star dele. Conversar só com o olhar. Beijo na boca. Uns bons “amassos”. Tour na drogaria Araújo. Delivery. Colecionar frases. Correr com uma ótima trilha sonora (run, Nanda, run!). Andar no meio do mato. Compras coletivas. Conversar com crianças (me divirto!). Letras de música que falam por mim. Meu namorado tocando violão. Ver que alguém lavou a louça da cozinha (e não fui eu!). Lençol cheiroso na cama. Meus leitores. Cachoeira. Um pouco de silêncio. Ver um episódio novo de “Monstros do Rio”. Casa limpinha. Fazer um “ok” em todos os itens do dia na minha agenda (é raro, mas acontece). Alto astral. Minha foto com meu avô (saudade feliz!). Pessoas autênticas. Cafuné. Ônibus (ou avião) vazio. Ficar em casa (sou canceriana!). Cantar sem saber a letra (meu hobby!). Céu azul. Conversar com gente inteligente. Sentir-se em paz. Sentir amor. Sucrilhos. Café. Ter fé (sempre!). E o melhor: saber que essa lista apenas começou...
*DESEJO AOS QUE POR AQUI VIEREM, TODAS ESSAS COISAS A SEGUIR QUE PROMOVEM A NOSSA FELICIDADE!!! TÂNIA
 

Sem comentários:

Enviar um comentário