Número total de visualizações de página

18/11/10

Esse alerta está colocado na porta de um espaço terapêutico. Desconheço autoria

CONTRIBUIÇÃO DA MINHA AMIGA E MEIA COMADRE KÁTIA, OU SIMPLESMENTE KAKÁ. RECEBI HOJE E TÔ POSTANDO PORQUE GOSTEI MUITO MESMO!


O resfriado escorre quando o corpo não chora.
A dor de garganta entope quando não é possível comunicar as aflições.
O estômago arde quando as raivas não conseguem sair
.

O diabetes invade quando a solidão dói.
O corpo engorda quando a insatisfação aperta.
A dor de cabeça deprime quando as dúvidas aumentam.
O coração desiste quando o sentido da vida parece terminar.
A alergia aparece quando o perfeccionismo fica intolerável.
As unhas quebram quando as defesas ficam ameaçadas.
O peito aperta quando o orgulho escraviza.
O coração enfarta quando chega a ingratidão.
A pressão sobe quando o medo aprisiona.
As neuroses paralisam quando a 'criança interna' tiraniza.
A febre esquenta quando as defesas detonam as fronteiras da imunidade.



Fique atento(a)!


"Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo e esquecer os caminhos que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia; e se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos." (Autor: Fernando Teixeira de Andrade - 1946-2008 - foi um professor de Literatura)
O plantio é livre, a colheita, obrigatória... Preste atenção no que você está plantando, pois será  a mesma coisa que irá colher!!

Kaká, ARISTÓTELES disse: "Um amigo se faz rapidamente; já a amizade é um fruto que amadurece lentamente."

E NÓS SABEMOS DISSO, AMIGA!!!

Desejo que todos nós possamos nos cuidar, porque a nossa saúde e a nossa vida, dependem de nossas próprias escolhas. ENTÃO... vamos escolher ser feliz, amando, sempre em todo tempo e lugar!

Sem comentários:

Enviar um comentário